fbpx

Dia do Idoso: mortes por queda sobem 421% em 16 anos em São Paulo

No Dia Internacional do Idoso, comemorado nesta terça-feira (1º), um dado preocupante chama a atenção em São Paulo. O número de mortes de idosos por queda aumentou 421% de 2000 a 2016 no estado.

Segundo dados da ONG Liga Solidária, foram registradas 644 mortes em 2000, contra 3.361 em 2016. No mesmo período, o crescimento populacional foi bem menor no estado, de 80%.

Em 1980, os idosos representavam 6,2% da população da cidade de São Paulo. Hoje, eles já são 15%. Pelas projeções da Fundação Seade, vão ser 20% em 2030 e 29% em 2050. Serão 3,6 milhões de idosos só na capital.

As três principais causas de quedas dos idosos são: diminuição da visão, fraqueza muscular e alterações no equilíbrio. Uso de bebidas alcoólicas e medicamentos sedativos também são fatores de risco.

É importante cuidar do ambiente por onde o idoso circula para prevenir acidentes. A simples retirada de tapetes do quarto, por exemplo, pode evitar uma queda.

Segundo fisioterapeutas, o quarto ideal para um idoso possui apoio para levantar da cama e caminho livre para a passagem. No banheiro, é recomendada porta ampla e chuveiro com apoio e sem box de vidro ou cortina.

“A gente minimizando o risco com a casa, facilita bastante a mobilidade dele e diminui de forma importante esse risco pra quedas”, diz a fisioterapeuta.

Dona Maria José Sawaya, de 84 anos, sofreu uma queda na rua há dez anos e quebrou o pé e o tornozelo. Hoje está recuperada, mas passou a tomar mais cuidado.

“Na rua, pra atravessar, nem que eu tenha que esperar um pouco mais, eu espero, deixa rua bem calma e com o sinal fechado eu atravesso”, diz.

Fonte: Marcelo Poli, SP1 — São Paulo
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/10/01/dia-do-idoso-mortes-por-queda-sobem-421percent-em-16-anos-em-sao-paulo.ghtml

Posted in Franquia, Imprensa
1
Seja bem-vindo(a) a Vitória Spa! Um novo conceito em cuidar de idosos.
Como podemos ajudar?
Powered by iMasterDesign™